sábado, 29 de abril de 2017

Estudar...

O dia de estudo começou...

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Saco Jóia de ganga - Modelo 149 - Burda style 02/2012


Venham ver como fiz este saco da burda style


Para mais detalhes sobre este saco visitem

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Marcar tecido


Já usei tanta coisa para marcar tecido...
Canetas comuns, canetas que apagam com o ferro, canetas que apagam com água, canetas de acetato, lápis de carvão, lápis de costureira, giz de escola, giz de alfaiate...
Hoje venho falar-vos um bocadinho sobre tudo o que já usei para marcar os tecidos.

Canetas comuns: Usei lá no início quando comecei a costurar, mas depressa passei para os lápis de carvão porque a caneta borrava um bocadinho.

Lápis de carvão: Utilizo bastante pois acho prático para fazer os riscos que ficam na margem de costura.

Canetas de acetato: Utilizo para fazer alguma marcação na manta acrílica.

Lápis de costureira: Cheguei a comprar, também no início da costura, mas lembro-me que não comprei mais porque não conseguia apagar a marcação (talvez fosse da qualidade do lápis).

Giz de costureira: Também cheguei a comprar, mas tive o mesmo problema que tive com os lápis acima. As marcações não apagavam e deixei de utilizar.

Canetas que apagam com água: Comprei duas ou três até me aperceber que ao fim de uns 10 moldes se acabava a tinta e, além disso, têm a ponta muito grossa. A tinta das duas últimas canetas era difícil de sair dos tecidos. Acabei por deixar de usar porque chegar ao fim do trabalho e perceber que o tinha estragado porque a tinta não saía, não muito obrigada!

Canetas que apagam com o ferroou fricção: Até já fiz um vídeo onde mostrei o teste desta caneta. Gostei bastante... o problema é que ao fim de riscar uns quatro moldes a caneta começou a ficar sem tinta e isso faz com que se torne um método caro. Quase 3€ para só conseguir riscar quatro ou cinto moldes nem pensar!

Giz de escola: Depois das canetas XPTO e afins resolvi voltar ao básico. Comprei duas caixinhas de giz de escola e assim só precisava de sacudir o tecido e as marcações desapareciam.
O contra é que a cada risco se tem de "Afiar" o giz com um x-acto.

Giz de Alfaiate: No outro dia quando fui visitar umas lojas de materiais de costura perguntei por giz de alfaiate. A senhora que me atendeu mostrou-me o que tinha (Foto do post) e eu perguntei se se apagavam bem. Ela testou no tecido da t-shirt que trazia vestida e depois passou a mão fazendo desaparecer a marca que tinha feito.
Nem pensei duas vezes! trouxe um de cada cor e estou a adorar.
Desaparece com umas "sacudidelas" e assim já não preciso de ter medo quando vou fazer marcações no direito do tecido.

O giz de alfaiate que comprei é da marca "diamant" e, se não engano, custaram-me 2€ os quatro (Branco, rosa, amarelo e azul).
Provavelmente também os vou ter de afiar mas, como já são fininhos, tornam a tarefa mais fácil e aguentam mais tempo sem afiar.


E vocês, o que usam para marcar o tecido?


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Alfineteiro / Agulheiro para máquina de costura


No vídeo de hoje trago-vos o passo a passo de um alfineteiro ou agulheiro para colocarem na vossa máquina de costura. Assim podem ir espetando os alfinetes à medida que os vão tirando do tecido e não ficam espalhados pelo atelier:
Venham ver como é fácil de ser feito:

Podem usar este passo a passo fazerem um alfineteiro de pulso para usarem quando estão a trabalhar num sítio em que não conseguem ter o vosso alfineteiro perto de vocês.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Saco Jóia de ganga - modelo 149 - Burda Style 02/2012


Hoje estive a fazer este saco/mala com retalhos de ganga.
Este saco aparece na revista Burda Style 02/2012 e é o modelo 149.

Eu não segui o passo a passo da revista a 100%. Alterei o tamanho das ilhóses para 8mm (na revista pedem de 11mm mas eu não encontrei) e alterei a posição das alças. Também coloquei manta acrílica que na revista não pedem.

Não gostei muito do facto da napa não ter acabamento, isto é, o corte da napa ficou à vista. Para a próxima vez talvez utilize corte umas tiras mais largas de napa e dê umas dobras para dentro como se fosse um viés.
Também não gostei das alças. Acho que são demasiado finas para a peça e não suportam peso (Para a próxima faço umas alças mais largas).
No interior coloquei um bolsinho.

Se conseguirem encontrar, utilizem as ilhóses de 11mm pois assim o cordão corre mais facilmente para abrir e fechar o saco.

(O vídeo vai estar no canal sexta feira dia 28)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...